Principal Secretarias Saúde Vigilância em Saúde
NÚCLEO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE PDF 

Endereço: Pça Dr. França nº:

Telefone: (34) 3423 2686

Emails:

Vigilância epidemiológica - Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Vigilância sanitária - Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Zoonoses - Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
CCEndemias - Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

1) Vigilância Epidemiológica

A Divisão de Vigilância Epidemiológica trabalha vem ações de combate à dengue; à malária e outras doenças transmitidas por vetores; na prevenção e controle de doenças imunopreveníveis, como o sarampo, gripe e rotavírus; no controle de zoonoses e na vigilância de doenças emergentes, no combate à tuberculose, hanseníase, hepatites virais, DST e Aids. Além disso, coordena o Programa de Imunizações e ações de Vigilância de Agravos de Doenças não Transmissíveis e seus fatores de risco, e em parceria com a Vigilância Sanitária as ações de Vigilância Ambiental.

O grande desafio da epidemiologia é garantir que todos os agravos de notificação possam ser tabulados, avaliados, e que decisões e medidas necessárias sejam tomadas para sua resolução, com tempo hábil para se evitar maiores danos à população.

Para devida atuação dessas atividades contamos, em outros endereços, mas ligados ao Núcleo, com o Centro de Controle de Endemias e o Centro de Zoonoses, e o Programa Municipal de DST/Aids.

a)- Centro de Controle de Endemias:

O Centro de Controle de Endemias, localiza-se à Rua Paul Harris nº: , sendo responsável pelas ações educativas de prevenção e também do controle da Dengue, Febre Amarela, Chagas, Malária, e outras doenças transmitidas por vetores.

Conta com mais de 30 agentes, 02 educadoras que ano a ano tem o desafio de educar a população dos riscos e agravos das doenças transmissíveis.

O município realiza uma gincana escolar que visa despertar e educar a criança para os riscos principalmente da Dengue.

O Comitê Municipal de Prevenção e Controle da Dengue nas ações de mobilização dentre outras atividades, vem desenvolvendo com o envolvimento da população, entidades e empresas, mutirões de limpeza com objetivo de orientar sobre os riscos da dengue.

b)- Centro de Controle de Zoonoses/CCZ

O Centro de Zoonoses do município localiza-se à Av. Goiás nº 0250. Bairro Vila Esperança

O Centro na sua rotina diária é responsável por:

- Controle do caramujo africano;

- Controle de escorpião;

- Controle de zoonoses como a leishimaniose; leptospirose e hantavirose;

- Desratização;

- Captura de animais soltos nas ruas,

- Adoção e doação de cães e gatos;

No CCZ os animais são cuidados de acordo com cada necessidade, e animais recolhidos, aguardam por doações, e ou que seus responsáveis busquem recuperá-los.

É responsável também pela Campanha de Vacinação Anti-rábica canina, vacinando no município em pontos estratégicos, com ampla divulgação à população, e posteriormente na Zona Rural, domicílio a domicílio, com o objetivo de efetivo controle e prevenção da transmissão da doença.

c)- CTA/SAE – Programa Municipal de DST/AIDS

Rua Raul Soares, 170

Bairro: Centro

Telefone: (34) 3423 2615

Email: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

O programa desenvolve ações preventivas com palestras educativas para população em geral, e de acordo com as necessidades para populações específicas.

Desde a implantação, o Programa atua com grupo de adolescentes multiplicadores que realizam após capacitados desenvolvem palestras, teatro voltados para o tema.

O Serviço realiza diariamente para os interessados, coleta de sangue para o exame de HIV, e trabalha efetivamente com as gestantes nos exames do pré-natal, visando garantir um nascimento seguro para os seus bêbes.

É referência também para os portadores de Hepatite C, no controle e acompanhamento do tratamento.

A estrutura conta com uma equipe multidisciplinar, com psicóloga, assistente social, enfermeira, técnico de enfermagem, e médico infectologista.

Os casos complexos são encaminhados ao Hospital Escola (referência), na medida das necessidades detectadas.

 

2)- Vigilância Sanitária

Reduzir os riscos à saúde e intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e bens de consumo, da prestação de serviços e do controle e avaliação das condições ambientais.


Legislações de Referência:

  • Código de Saúde de Minas Gerais – Lei 13.317/97
  • Código Sanitário do Município/Lei Complementar 018/99 de 18/03/99
  • Código de Postura do Município

Alimentos:

  • Resolução 145/92/MG
  • Portaria 1.428/93
  • Portaria 326/97
  • Resolução 23/2000
  • Lei Federal 6.360 e Decreto 79.094 e Anexo X.
Produtos:
  • Lei Federal 5.991/73
  • Decreto 74.170/74
  • Lei Estadual 13.317/99
  • Resolução Estadual SES/MG 307/99
  • Resolução ANVISA 328/99
  • Portaria 344/98
Estabelecimentos:
  • Resolução Estadual SES/MG 236/92
  • RDC 050/02
  • Portaria GM/MS 2.616/98
  • Manual/MS (Processamento de artigos e superfices em Estabelecimentos de Saúde – 2ª edição/1994